Algumas Dicas para o Ciclismo

Estas dicas foram compiladas com base na experiência de amantes do pedal:

  • Treino: Para que possa adquirir algum domínio na área do ciclismo, como em todos os outros desportos, é essencial desenvolver uma rotina de treino regular.
  • Cãibras: As cãibras indicam falta de magnésio e não excesso de treino nem falta de hidratação, pelo que se recomenda a ingestão de alimentos ricos neste mineral ou o uso de suplementos.
  • Equilíbrio: É essencial desenvolver o equilíbrio, através de exercícios específicos, como andar de bicicleta apenas com uma mão no guiador, andar sem mãos, andar sobre uma linha e parar, e manter a bicicleta em equilíbrio, sem pousar os pés no chão.
  • Subidas: O treino das subidas deve fazer parte da sua preparação, não só devido ao esforço que implica, mas também pela técnica envolvida.
  • Descidas: Esta é uma tarefa mais exigente do que aparenta. Não requerendo o mesmo esforço que as subidas, a rapidez das descidas obriga a colocar o peso do corpo para trás, a segurar o guiador com firmeza e prestar atenção ao trajeto em frente, de modo a antecipá-lo.
  • Curvas: Este é um aspeto bastante revelador do domínio da bicicleta, também ele dependente do treino, que deve abranger circuitos com mudanças de direção. Para completar curvas com segurança e eficácia deve olhar para onde pretende seguir, inclinar-se para o lado da curva que está a fazer, aproximar o peso do corpo do chão, não esquecendo de começar a travar antecipadamente.
  • cycle BrakesTravões: Os travões devem estar sempre afinados e em condições de funcionamento. Devem utilizar-se em simultâneo e gradualmente, para que se previnam bloqueios ou derrapagens e se antecipem as áreas mais técnicas do trajeto.
  • Mudanças: Atualmente, existe uma grande possibilidade de escolha de mudanças, o que facilita a circulação em quase todo o tipo de terrenos. A maior inclinação das subidas requer uma combinação de mudanças leve; já o alinhamento entre os desviadores dianteiro e traseiro ajuda a evitar avarias.
  • Pisos: Existem quatro tipos de pisos, com diferentes características, que influenciam a técnica da bicicleta: lama, areia, pedras e buracos e asfalto molhado.